Poemas e Poesias, Poemas de Amor para Orkut, Mensagens, Recados para Orkut

Pesquisa personalizada

Poema de Clarice Lispector

Seja bem-vindo ao site de Poemas para Orkut. Aqui você encontra centenas de Mensagem, Poetas, Poemas de Clarice Lispector, Poesias, Mensagens, Pablo Neruda, Poemas famosos, Recados e Scraps para Orkut, Recadinhos e poemas que você pode usar no Orkut, MySpace, Hi5, no seu Blog e Fotolog.


Você está em: Poemas » Clarice Lispector » Pertencer

Pertencer

Um amigo meu, médico, assegurou-me que desde o berço a criança sente o ambiente, a criança quer: nela o ser humano, no berço mesmo, já começou.
Tenho certeza de que no berço a minha primeira vontade foi a de pertencer. Por motivos que aqui não importam, eu de algum modo devia estar sentindo que não pertencia a nada e a ninguém. Nasci de graça.
Se no berço experimentei esta fome humana, ela continua a me acompanhar pela vida afora, como se fosse um destino. A ponto de meu coração se contrair de inveja e desejo quando vejo uma freira: ela pertence a Deus.
Exatamente porque é tão forte em mim a fome de me dar a algo ou a alguém, é que me tornei bastante arisca: tenho medo de revelar de quanto preciso e de como sou pobre. Sou, sim. Muito pobre. Só tenho um corpo e uma alma. E preciso de mais do que isso.
Com o tempo, sobretudo os últimos anos, perdi o jeito de ser gente. Não sei mais como se é. E uma espécie toda nova de "solidão de não pertencer" começou a me invadir como heras num muro.
Se meu desejo mais antigo é o de pertencer, por que então nunca fiz parte de clubes ou de associações? Porque não é isso que eu chamo de pertencer. O que eu queria, e não posso, é por exemplo que tudo o que me viesse de bom de dentro de mim eu pudesse dar àquilo que eu pertenço. Mesmo minhas alegrias, como são solitárias às vezes. E uma alegria solitária pode se tornar patética. É como ficar com um presente todo embrulhado em papel enfeitado de presente nas mãos - e não ter a quem dizer: tome, é seu, abra-o! Não querendo me ver em situações patéticas e, por uma espécie de contenção, evitando o tom de tragédia, raramente embrulho com papel de presente os meus sentimentos.
Pertencer não vem apenas de ser fraca e precisar unir-se a algo ou a alguém mais forte. Muitas vezes a vontade intensa de pertencer vem em mim de minha própria força - eu quero pertencer para que minha força não seja inútil e fortifique uma pessoa ou uma coisa.
Quase consigo me visualizar no berço, quase consigo reproduzir em mim a vaga e no entanto premente sensação de precisar pertencer. Por motivos que nem minha mãe nem meu pai podiam controlar, eu nasci e fiquei apenas: nascida.
No entanto fui preparada para ser dada à luz de um modo tão bonito. Minha mãe já estava doente, e, por uma superstição bastante espalhada, acreditava-se que ter um filho curava uma mulher de uma doença. Então fui deliberadamente criada: com amor e esperança. Só que não curei minha mãe. E sinto até hoje essa carga de culpa: fizeram-me para uma missão determinada e eu falhei. Como se contassem comigo nas trincheiras de uma guerra e eu tivesse desertado. Sei que meus pais me perdoaram por eu ter nascido em vão e tê-los traído na grande esperança.
Mas eu, eu não me perdôo. Quereria que simplesmente se tivesse feito um milagre: eu nascer e curar minha mãe. Então, sim: eu teria pertencido a meu pai e a minha mãe. Eu nem podia confiar a alguém essa espécie de solidão de não pertencer porque, como desertor, eu tinha o segredo da fuga que por vergonha não podia ser conhecido.
A vida me fez de vez em quando pertencer, como se fosse para me dar a medida do que eu perco não pertencendo. E então eu soube: pertencer é viver. Experimentei-o com a sede de quem está no deserto e bebe sôfrego os últimos goles de água de um cantil. E depois a sede volta e é no deserto mesmo que caminho!

Fonte: Clarice Lispector
ID: 737



Últimos Poemas

Desejos de Natal
Natal: Que neste Natal, eu possa lembrar dos que vivem em guerra, e fazer por eles uma prece de paz. Que eu possa lembrar dos que odeiam, e fazer por eles uma prece de amor. Que eu possa perdoar a todos que me magoaram, e fazer por eles uma prece de perdão. Que eu lembre...
http://poemas.hlera.com.br/natal/desejos-de-natal/

Beijo-flor
Carlos Drummond de Andrade: O beijo é flor no canteiro ou desejo na boca? Tanto beijo nascendo e colhido na calma do jardim nenhum beijo beijado (como beijar o beijo?) na boca das meninas e é lá que eles estão suspensos invisíveis. ...
http://poemas.hlera.com.br/carlos-drummond-de-andrade/beijo-flor/

O Jeito Psicólogo de Ser
Profissões: Psicólogo não Adoece, Somatiza Psicólogo não Transa, Libera a Libido Psicólogo não Estuda, Sublima Psicólogo não dá Vexame, Surta Psicólogo não Fofoca, Transfere Psicólogo não tem Idéia, Tem Insight Psicólogo não resolve Problemas, fecha Gestalts Psicólogo não se Engana, tem Ato Falho Psicólogo não muda de Interesse, Altera Figura Fundo Psicólogo não Fala, Verbaliza Psicólogo não Conversa, Pontua Psicólogo não Responde, Devolve...
http://poemas.hlera.com.br/profissoes/o-jeito-psicologo-de-ser/

Cada pessoa que passa em nossa vida
Charles Chaplin: Cada pessoa que passa em nossa vida, passa sozinha, é porque cada pessoa é única e nenhuma substitui a outra! Cada pessoa que passa em nossa vida passa sozinha e não nos deixa só porque deixa um pouco de si e leva um pouquinho de nós. Essa é a mais bela...
http://poemas.hlera.com.br/charles-chaplin/cada-pessoa-que-passa-em-nossa-vida/

Soneto de Fidelidade
Vinícius de Moraes: De tudo ao meu amor serei atento Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto Que mesmo em face do maior encanto Dele se encante mais meu pensamento. Quero vivê-lo em cada vão momento E em seu louvor hei de espalhar meu canto E rir meu riso e derramar meu pranto Ao seu pesar ou seu contentamento E...
http://poemas.hlera.com.br/vinicius-de-moraes/soneto-de-fidelidade/

Amo-te hoje mais que ontem
Amor: Hoje, amo-te ainda mais que ontem, Você está em tudo que vivo Sua lembrança permanece viva em minha memória O tempo não consegue apagá-la, nem ao menos deiá-la distorcida. Você vive em mim, a cada momento sinto como se você tivesse acabado de partir. Mas a saudade que sinto de ti e essa distância que nos separa não...
http://poemas.hlera.com.br/amor/amo-te-hoje-mais-que-ontem/



Mande Poemas para os seus amigos no seu Orkut, MySpace e Hi5
Seja bem-vindo ao site de Poemas e Poesias. Aqui você encontra centenas de mensagens e poemas que você pode usar no Orkut, MySpace, no seu Blog, Fotolog, etc.

Poema, Poma, Peoma, Poena, Poesia, Poesias, Poeta? Você quis dizer: Poemas?


Mais Poemas
Poema de Amizade
Poema de Amor
Poema de Aniversário
Poema de Anjos
Poema de Ano Novo
Poema de Bom Dia
Poema de Cantadas
Poema de Cumprimentos
Poema de Dia das Mães
Poema de Dia das Mulheres
Poema de Dia do Amigo
Poema de Dia dos Pais
Poema de Família
Poema de Formatura
Poema de Humor
Poema de Mãe
Poema de Namoro
Poema de Natal
Poema de Natureza
Poema de Páscoa
Poema de Paz
Poema de Primavera
Poema de Reflexão
Poema de Tristeza
Poema de Vida
Poema de Vovó





Poemas para Orkut - Não somos afiliados ao Orkut, Google, ou qualquer outra instituição citada. Prestamos apenas um serviço de utilidade pública, que diz respeito a inclusão de Poemas e Poesias nos "scraps" (recados) do Orkut.
Todas as mensagens são de propriedade de seus respectivos autores. Política de Privacidade

Parceiros: HLERA, Orkut, Fotolog, YouTube, Baladas, Garotas, Festa, Cama Mesa Banho, Resumo de Livros, Lençol de Malha, Cursos
Carnaval, Carros, Desenhos, Frases, Piadas, Músicas, Notícia e Jornal, Gaspar, Mensagens, Poemas, Recados para orkut, Web Designer
Web Designer