Poemas e Poesias, Poemas de Amor para Orkut, Mensagens, Recados para Orkut
Itcarioca ›

Pesquisa personalizada

Poema de Cecília Meireles

Seja bem-vindo ao site de Poemas para Orkut. Aqui você encontra centenas de Mensagem, Poetas, Poemas de Cecília Meireles, Poesias, Mensagens, Pablo Neruda, Poemas famosos, Recados e Scraps para Orkut, Recadinhos e poemas que você pode usar no Orkut, MySpace, Hi5, no seu Blog e Fotolog.


Você está em: Poemas » Cecília Meireles » A arte de ser feliz

A arte de ser feliz

Houve um tempo em que minha janela se abria
sobre uma cidade que parecia ser feita de giz.
Perto da janela havia um pequeno jardim quase seco.
Era uma época de estiagem, de terra esfarelada,
e o jardim parecia morto.
Mas todas as manhãs vinha um pobre com um balde,
e, em silêncio, ia atirando com a mão umas gotas de água sobre as plantas.
Não era uma rega: era uma espécie de aspersão ritual, para que o jardim não morresse.
E eu olhava para as plantas, para o homem, para as gotas de água que caíam de seus dedos magros e meu coração ficava completamente feliz.
Às vezes abro a janela e encontro o jasmineiro em flor.
Outras vezes encontro nuvens espessas.
Avisto crianças que vão para a escola.
Pardais que pulam pelo muro.
Gatos que abrem e fecham os olhos, sonhando com pardais.
Borboletas brancas, duas a duas, como refletidas no espelho do ar.
Marimbondos que sempre me parecem personagens de Lope de Vega.
Ás vezes, um galo canta.
Às vezes, um avião passa.
Tudo está certo, no seu lugar, cumprindo o seu destino.
E eu me sinto completamente feliz.
Mas, quando falo dessas pequenas felicidades certas,
que estão diante de cada janela, uns dizem que essas coisas não existem,
outros que só existem diante das minhas janelas, e outros,
finalmente, que é preciso aprender a olhar, para poder vê-las assim.

Fonte: Cecília Meireles
ID: 816



Últimos Poemas

Quantas vezes
Reflexão: Quantas vezes nós pensamos em desistir, deixar de lado, o ideal e os sonhos; Quantas vezes batemos em retirada, com o coração amargurado pela injustiça; Quantas vezes sentimos o peso da responsabilidade, sem ter com quem dividir; Quantas vezes sentimos solidão, mesmo cercados de pessoas; Quantas vezes falamos, sem sermos notados; Quantas vezes lutamos por uma causa...
http://poemas.hlera.com.br/reflexao/quantas-vezes/

O momento é aqui e agora!
Reflexão: Curta o sol, se deixe acariciar por ele, mas lembre-se que o seu calor é para todos. Sonhe com as estrelas, apenas sonhe!!! Elas só podem brilhar no céu. Não tente deter o vento, ele precisa correr por toda parte, ele tem pressa de chegar sabe-se lá onde. Não apare a chuva, ela quer...
http://poemas.hlera.com.br/reflexao/o-momento-e-aqui-e-agora/

Páscoa é renascimento
Páscoa: Páscoa é renascimento... É passagem... É mudança e transformação... É ser novo um mesmo ser Que recomeça pela própria libertação. Fica para trás uma vida cheia de poeira E começa agora um novo caminhar Cheio de luz, de fortalecimento, Esperanças renovadas, E um arco-íris rasga o céu E parece balbuciar que Jesus ressurgiu para nos provar que o amor incondicional existe, assim...
http://poemas.hlera.com.br/pascoa/pascoa-e-renascimento-/

Poema de Sete Faces
Carlos Drummond de Andrade: Quando nasci um anjo torto desses que vive na sombra disse: Vai, Carlos! Ser gauche na vida. As casas espiam os homens Que corresm atrás de mulheres. A tarde talvez fosse azul, Não houvesse tantos desejos. O bonde passa cheio de peras: Pernas brancas pretas amarelas. Para que tanta perna, meu Deus, pergunta meu coração. Porém meus olhos nao perguntam...
http://poemas.hlera.com.br/carlos-drummond-de-andrade/poema-de-sete-faces/

Devagarinho…
Mário Quintana: "Se tu me amas, ama-me baixinho Não o grites de cima dos telhados Deixa em paz os passarinhos Deixa em paz a mim! Se me queres, Enfim, tem de ser bem devagarinho, que a vida é breve, e o amor mais breve ainda..." ...
http://poemas.hlera.com.br/mario-quintana/devagarinho/

Minutos Eternos
Saudades: Quanto tempo longe de você A sua ausência machuca meu coração. Saudade infinita... Minha espera Esta na eternidade, Sonhos presos no tempo, Sorrisos desvalorizados. Sua ausência Me tortura Me faz escrava; Escrava onde o tempo dá as ordens; Ordens que machucam Faz sangrar meu coração. São Minutos Eternos Uma eternidade incolor Onde as flores não perfumam E as estrelas não brilham... Uma espera Angustiante. Lágrimas de saudade; Lágrimas que molham...
http://poemas.hlera.com.br/saudades/minutos-eternos/



Mande Poemas para os seus amigos no seu Orkut, MySpace e Hi5
Seja bem-vindo ao site de Poemas e Poesias. Aqui você encontra centenas de mensagens e poemas que você pode usar no Orkut, MySpace, no seu Blog, Fotolog, etc.

Poema, Poma, Peoma, Poena, Poesia, Poesias, Poeta? Você quis dizer: Poemas?


Mais Poemas
Poema de Amizade
Poema de Amor
Poema de Aniversário
Poema de Anjos
Poema de Ano Novo
Poema de Bom Dia
Poema de Cantadas
Poema de Cumprimentos
Poema de Dia das Mães
Poema de Dia das Mulheres
Poema de Dia do Amigo
Poema de Dia dos Pais
Poema de Família
Poema de Formatura
Poema de Humor
Poema de Mãe
Poema de Namoro
Poema de Natal
Poema de Natureza
Poema de Páscoa
Poema de Paz
Poema de Primavera
Poema de Reflexão
Poema de Tristeza
Poema de Vida
Poema de Vovó





Site Meter
Poemas para Orkut - Não somos afiliados ao Orkut, Google, ou qualquer outra instituição citada. Prestamos apenas um serviço de utilidade pública, que diz respeito a inclusão de Poemas e Poesias nos "scraps" (recados) do Orkut.
Todas as mensagens são de propriedade de seus respectivos autores. Política de Privacidade

Parceiros: HLERA, Orkut, Fotolog, YouTube, Baladas, Garotas, Festa, Cama Mesa Banho, Resumo de Livros, Lençol de Malha, Cursos, Fotos de Mulheres
Carnaval, Carros, Desenhos, Frases, Piadas, Músicas, Notícia e Jornal, Gaspar, Mensagens, Poemas, Recados para orkut, Web Designer
Web Designer